Apresentação

A ideia de organização do Seminário Pesquisas Insurgentes: Formas de Narrar Resistências Em Favelas Cariocas parte de um contexto em que verificamos um aumento de pessoas provenientes das periferias urbanas ingressando nos círculos da universidade pública. Especialmente nas últimas décadas, a intensa mobilização social em torno da democratização do ensino superior surtiu efeitos importantes na vida de estudantes oriundos das classes populares.

Tal realidade, obviamente, ainda não nos permite constatar que a Universidade Pública já alcançou os níveis desejados de mudança, nos quais imaginamos um acesso às carreiras universitárias pautadas em processos democráticos. Mesmo com as políticas de ações afirmativas e os seus significativos impactos, uma oferta capaz de suprir  demanda por parte de jovens pobres e negros para o ingresso no ensino superior ainda não se caracteriza como uma realidade concreta.

Por outro lado, em duas décadas de transformações ainda incipientes, mas em caráter gradativo, podemos constatar algumas questões importantes no acesso à Universidade Pública, especialmente por parte dos moradores do conjunto de favelas da Maré, Rio de Janeiro. A emergência de uma ampla rede de pré-vestibulares comunitários na região que surgiu no final da década de 1990 reflete-se agora, em parte, na expressiva quantidade de universitários, nas mais diversas áreas do conhecimento acadêmico. Além disso e com cada vez mais frequência, essas pessoas  tem acesso às pós-graduações latu sensu e strictu sensu, concluindo suas especializações, mestrados e doutorados.

Diante desse panorama e no caso específico  da Maré, observa-se atualmente a formação de uma rede de pesquisadores cujos temas de investigação, dos mais diversos, vem compondo um conjunto de variadas perspectivas epistemológicas.

Desse modo, o Seminário Pesquisas Insurgentes tem como objetivo dar a conhecer e difundir os trabalhos acadêmicos realizados por esses pesquisadores, que possuem a vivência como moradores da Maré, e criar um espaço de diálogo permanente onde possamos conhecer a produção científica uns dos outros.

O Pesquisas Insurgentes é uma iniciativa de pesquisadores locais que conta com apoio da UniRio e da UFRJ.

Organizadores

Humberto Salustriano (Doutorando em Educação | UniRio)

Miriane Peregrino (Doutoranda em Ciência da Literatura | UFRJ)

Anúncios